A encruzilhada do MSM

Em 2007, com leitores do meu antigo blog, o Cidadania.com, fundei o Movimento dos Sem Mídia. Na visão que tive, a organização se justificaria pelas amplas possibilidades de reação à direita brasileira que apresentava. Juro que enxerguei tudo o que a ONG faria e que efetivamente fez. E tentei cumprir a missão da melhor forma possível.

De lá para cá, o MSM fez o primeiro ato público não-partidário, não sindicalizado, não-corporativo envolvendo centenas de pessoas para protestarem diante de um grande meio de comunicação contra distorções de notícias e fatos.

Aquele foi o primeiro de vários outros atos, que culminaram com o da Ditabranda, que levou cerca de cinco centenas de cidadãos, espontaneamente, para protestarem contra a teoria da Folha de que a ditadura militar brasileira teria sido branda, o que fez aquele jornal recuar da teoria em suas próprias páginas, tendo sido obrigado a citar o MSM e o ato que promoveu.

Mais recentemente, o MSM, depois de várias outras ações, representou ao Ministério Público Eleitoral contra os quatro maiores institutos de pesquisa do país pedindo auditoria de suas sondagens sobre a sucessão presidencial e obteve a anuência da instituição à sua tese, o que, com posterior apoio expresso no antigo blog Cidadania.com de mais de dois mil internautas de todas as partes do país e até de outros países, gerou inquérito que segue correndo na Polícia Federal.

O Movimento dos Sem Mídia é uma conquista da sociedade civil. Um marco, um instrumento que precisa sobreviver e, na pior das hipóteses, crescer e se institucionalizar.

Falta-nos, porém, os meios. Dependemos apenas deste blogueiro e de mais alguns pouquíssimos filiados à organização, os quais, abnegadamente, arcam sozinhos com a atividade da ONG. Agora mesmo, precisamos ir a Brasília ou conseguir um advogado por lá para agir contra falsificadores de pesquisas.

Mas precisamos nos organizar, precisamos de apoio, precisamos de filiados. Precisamos, portanto, fazer uma Assembléia física e virtual.

Seria uma Assembléia em que compareceriam os membros filiados e outros que quiserem se filiar, e que seria transmitida por streaming (web TV) para outras partes do país. Já fizemos coisa parecida em 2007, quando fundamos o MSM, mas não havia tecnologia para transmitir o evento pela internet como há hoje, de forma que outros de outras partes do país pudessem participar, votar, ajudar-nos a deliberar e a planejar.

Enfim, o MSM precisa optar entre morrer de inanição ou se fortalecer e se institucionalizar, para continuar lutando. Para a segunda hipótese, temos que nos reunir, os que tiverem interesse em integrar esse esforço da sociedade civil. Mas, sozinho, não tenho mais como avançar.

Neste momento, precisamos de um advogado em Brasília, pelo menos. O MSM não tem condições de enviar para lá o seu diretor jurídico. E estamos deixando de agir contra falsificadores de pesquisas por falta do mínimo de condições. Desta maneira, esperamos que surja esse advogado com uma certa urgência, ou morreremos na praia.

É preciso fortalecer o MSM e fazê-lo crescer, pois ele se tornou menor do que as suas possibilidades. É chegada a hora, portanto, de apresentar à sociedade esta questão. Precisamos de que pessoas se unam a nós não apenas no apoio retórico.

Se não fortalecermos o MSM, ele morre. Não tenho mais como continuar sozinho. Estou exaurido entre o meu trabalho remunerado e profissional, este blog e a ONG, sem falar dos dramas pessoais que todos conhecem. No último domingo, passei mal. Fui baixar no hospital com cólicas renais, aos berros. O médico disse que estou estressado…

Só lhes conto isso porque estou no meu limite. Não dá mais para fazer tanta coisa ao mesmo tempo, e praticamente sozinho.

Desta forma, só me comprometo a atuar sozinho em mais este caso das pesquisas. Se não aparecer ajuda, darei um jeito de continuar só mais esta ação, porque não vou deixar o PIG vencer, mas, depois, pararei com as atividades da ONG. Ainda farei o blog, mas não terei como continuar com o ativismo político.

Estou cansado, minha vida está complicada, tenho problemas pessoais graves. Não é justo com a minha família e com a minha própria saúde, da qual a família depende. Espero que me compreendam. E espero não ver o MSM morrer.

Tags:

291 Comentário

  1. Edu

  2. Como posso me filiar ao MSM?

  3. Caro Eduardo,

    Também estou dentro apesar de eu não poder arranjar um advogado. Mas posso participar da vaquinha que o pessoal está falando. E vamos à luta!…

    Um abraço.

  4. Eduardo, eu gostaria ajudar , pelo menos com uma pequena ajuda financeira (pois neste momento não disponho de muito), pois acho muito bom desmascarar estas falsas pesquisas que me deixam
    indignada, principalmente quando vejo que muitas pessoas acreditam .
    Por favor me informe como me associar, e o numero da conta.
    Acabei de saber do teu Blog atraves do Blog do PHA do qual sou leitora assídua, e fique admirada por
    tua luta. Desejo-te melhoras!

  5. Quero me filiar, mas moro fora de São Paulo. Sugiro que sejam enviados boletos aos filiados, e estes contribuiriam com a quantia mínima de R$ 50,00.

  6. Ola Edu, eu com a metade da carga que vc carrega já tinha pedido arrigo.
    Edu uma vez eu fale parai nos ensinar a ganhar dinheiro on-line, e vc riu
    e pediu que se eu soubesse que lhe informasse. Muito, bem, hoje, eu –
    estou na PEOPLE STRING, um portal que paga para os internautas navegarem
    o pessoal do PMDB de minha Cidade já está se mobilizando em torno do PEOPLE STRING.
    Edu esse tipo de negócio seria uma boa forma de arrecadarmos um bom dinheiro para o MSM,
    agora não precisa vc correr atrás, peça a algum simpatizante, augustogiorni@uol.com.br

  7. mande detalhes como ajudar. atuo na area de informatica, no interior de são paulo

  8. "Na visão que tive, a organização se justificaria pelas amplas possibilidades de reação à direita brasileira que apresentava".

    Uau! E ainda pretende que o tal movimento seja categorizado como não-partidário e representante da sociedade civil? Só ser for a sociedade das esquerda civil, né? Opa, esqueci que a esquerda nunca luta pela civilidade.

    Acho que a sociedade brasileira agradeceria se esse movimento morresse na praia mesmo. Antes que esse pedido de esmola fracasse e seus líderes optem por receber dinheiro do governo mesmo.

  9. VAleu, enviarei a ficha

  10. Edu, eu não sou do meio e moro longe. Mas apoio a causa do MSM . Sem mídia somos todos nós. Posso ajudar financeiramente.

  11. Caro Eduardo, tenho acompanhado seu trabalho, sempre com muita admiracao. Sou servidor publico em Brasilia e moro aqui ha mais de quarenta anos. Apesar de formado em direito nao posso exercer a advocacia em razao da funcao que ocupo no governo, mas tenho varios amigos advogados com quem posso conversar sobre o seu caso. A minha preocupacao, no entanto, eh se voce precisa de um simples advogado ou DO ADVOGADO aqui em Brasilia, pois os advogados de mais projecao, pelo que conheco, irao analisar com muito cuidado as repercussoes politicas de advogar uma causa como essa. Sobre as suas dificuldades de vir a Brasilia, minha casa esta a disposicao ok. Faca contato para que possamos conversar mais. Abraco, Wagner

  12. Que posso fazer para ajudar o MSM a continuar no caminho contra o dominio da mídia sem escrúpulos?

  13. Gostaria de saber se já sou cadastrado.
    E gostaria de saber de que forma posso contribuir. A grana não é meu ponto forte

  14. Edu, também gostaria de filiar-me ao MSM. Peço o envio por e-mail da forma como me associar. Um abraço, Bruno

  15. Gostaria de me filiar. Por favor envie para meu email a ficha.

  16. Como devo ajudar?

  17. Estou pronto para ajudar, aguardo orientação.

  18. Como faço para ajudar eftivamente a esse importantíssimo blog? Careço de maiores informações. Mande-me e-mail com maiores informações.

  19. Crie uma página "institucional" com registro dos acontecimentos (passado e próximos passos) e distribua entre os blogueiros para divulgação do movimento (estilo Quem Somos, O Que Fazemos, Participe);

    Crie uma conta no Pag-Seguro e um botão para divulgar nos blogs Brasil a fora… eu tenho 3 blogs e com certeza ajudarei a divulgar;

    Crie um sisteminha básico para divulgar a entrada das doações e os gastos realizados (transparência) – tipo uma planilha mensal a ser divulgada no site.

    Crie um selo institucional, estilo "MSM – Eu Participo!"

    Crie sistemas transparentes para participação das pessoas – o sistema de fóruns me parece o mais adequado.

    Eu posso ajudar em algumas coisas, além de divulgar (sites, fóruns, comunidades, etc.).

  20. Também gostaria de me filiar e contribuir! Não tem como facilitar o processo através de cadastro pelo blog mesmo? Aguardo resposta pelo meu email. Admiro sua luta, como milhares de brasileiros, e precisamos nos unir para fortalecê-la!

  21. Meu caro Eduardo,
    Faça uma campanha de arrecadação de dinheiro para a ONG contratar um advogado. ONGs podem receber doações, até do exterior. Comece a campanha, logo. Eu doo. Depois, continue com a campanha para capitalizar o MSM. Contrate gente para fazer o trabalho pesado e fique na coordenação. MSM não pode morrer!

  22. Tambem gostaria de ajudar a manter o movimento! colaborando financeiramente.Tem muitos esperando saber como !

  23. Salve a mais que necessária iniciativa.

    Gostaria de colaborar e me filiar. Como moro no interior de Minas, minha colaboração é retórica, mas quando for preciso estrei a disposição. Sou professor universitário e posso divulgar muito as campanhas e ações.
    Como faço para me filiar ao MSM?

  24. Edu,
    Como faço para me filiar?

  25. Caro Eduardo, não encontrei o local para a filiação no MSM e também como podemos colaborar. Por favor envie instruções. abração

  26. Eduardo, enviei por e-mail comprovante da transferência que fiz para o BB. O banco do Brasil foi o ideal, mas deve ter outros bancos para facilitar as transferências de quem não tem conta neste banco. Também enviei 2 sugestões para novos posts.

  27. Tem meu apoio. Quero filiar-me, esse trabalho é importante. Aguardo suas notícias. Vera

  28. É a primeira vez que acesso este blog. Foi através do Conversaafiada do PHA. Não sou intelectual, moro em Joao Pessoa-PB. Igual a estoria do beja-flor apagando o incendio, se puder contribuir financeiramente, contem comigo, apresentem numero da conta/banco/agencia e tamos aí. Coragem Edu, voce não estará sozinho. Abraços!!!

  29. Edu, visito teu blog todos os dias, desde o início – uma indicação do blog Óleo do Diabo-. Participei dos dois atos e frente a Folha, mas não me filiei por puro comodismo. Me mande a ficha.

  30. Edu, não sou advogado, mas moro em brasilia e posso oferecer-lhe estadia e veiculo disponivel. o meu e-mail voce já tem, é só entrar em contato.

  31. Quero coloborar financeiramente. Sugiro que disponibilize uma conta da ONG para deposito como fez o blog da Dilma.

  32. Bem, se existir alguma conta bancária posso colaborar mensalmente. Nem que seja um valor pequeno , mas posso fazê-lo. Ora, há tantas instituições que recebem mensalmente colaborações não imagino porque eu também não possa fazê-lo. Exemplo : Eu sou um crítico das contribuições a igrejas apesar de respeitar quem o faz pois acreditam no que fazem. Não é o meu caso. No entanto, acredito no trabalho do MSM. Enfim, acho que não me pesaria contribuir mensalmente. Nâo conheço o dono deste Blog , mas tenho razões para crer que é uma pessoa séria. Quando me indicaram o Blog me deram um link para um vídeo de almoço de natal em família publicado pelo Sr. Eduardo Guimaráes. Nele aparecia aquele lindo anjo Vitória que hoje sei estar com problemas. Tenho o vídeo aqui. Quando a vejo tão sorridente ali naquele dia, não consigo imaginá-la de outro modo. Imagino o que o deve a família estar passando. Lamento muito. Mas aquele anjo e a atitude do Ser. Eduardo Guimarães em mostra a si e sua família foi um grande diferencial dentre tantos outros Blogs que acompanho. Talvez porque não se tratasse de um jornalista ou algo semelhante. Talvez porque se tratasse de alguém como tantos de nós. Com a diferença que tantos de nós apenas concordamos mas pouco fazemos, pouco nos expomos. É mais confortável , não nego, ficar apenas da minha cadeira lendo e concordando com as posições do Blog. Por isso tudo, não me incomodaria nem um pouco em contribuir.

  33. Eduardo,
    Me solidarizo com vc.Proponho que vc disponibilize no blog o MSM com sua historia, , como se filiar, como ser voluntario presencialmente, virtualmente e financeiramente.Disponibilize também mensalmente um balanço financeiro e das ações desenvolvidas. Penso também que seria saudavel dividir essas ações com outras pessoas, mesmo que fossem remuneradas para isso.
    Amigo trabalhar com outras pessoas pode ser gratificante, não acha?????
    ABS

    • Esse é o nosso plano. No momento, porém, não temos nada. Vamos ver, agora, se a gente se organiza mesmo. Precisamos de previsibilidade para assumir estutura e custos, pois, do contrário, eu e os outros poucos que sustentam a ONG, até aqui, ficamos com a brocha na mão, como ficamos até agora. Mas acho que agora, da forma como a turma está se dispondo, em breve poderemos fazer tudo isso que você sugeriu e bem mais.

  34. Ontem enviei minha solidariedade e a pergunta: Como posso ajudar? Hoje vejo estupefacto que minha mensagem foi simplesmente deletada. Mesmo assim continuo à disposição para ajudar. A. S. Braga

    • Meu caro, perdoe-me a sinceridade, mas como você pode ter certeza que sua mensagem foi deletada e não apenas aconteceu algum erro nos comentários? Você viu a quantidade de mensagens que recebi? Faz idéia do trabalho que me deu ler e responder a todas? Reflita antes, cara. Não deletei nada. Vou lhe enviar um email com informações, mas cuidado com as conclusões apressadas

  35. Eu tb quero ajudar, como faço para contribuir? Não podemos deixar o MSM acabar.

  36. Talvez Encruzilhada não seja um bom título, pois conota indecisão, estar perdido. E eu acho que não é o caso.
    Você sabe o que está fazendo e sabe para onde ir… Talvez o nome adequado para este post seja: " O caminho do MSM". Ele é cheio de pedras e buracos, mas é definido.

    Abraço Eduardo. http://todeolhomalandragem.blogspot.com

  37. Apoio a iniciativa. Como ajudar? Tens arte final para adesivos? Alguém sabe especificar um bom material de adesivo e da cola do adesivo? Pois, em geral, as colas são difícieis de sair da pintura ou das janelas do carro.

  38. Me sinto na abrigação de ajudar, morro na Bahia e quero me associar para poder ajudar de todas as formas, por favor me informe como.

  39. Gostaria de me filiar ao MSM. Como devo proceder

  40. Como posso filiar-me e contribuir?

Trackbacks

  1. Tweets that mention A encruzilhada do MSM | Blog da Cidadania -- Topsy.com
  2. Tweets that mention A encruzilhada do MSM | Blog da Cidadania -- Topsy.com
  3. Campanha de filiação do Movimento Sem Mídia bomba! | Conversa Afiada

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.