PSDB ainda não entendeu o Brasil

publicado, originalmente, em 4 de fevereiro de 2011 à 1:55 hs

O PT tem mesmo os adversários que pediu a Deus. Por conta disso, derrotou-os nas três últimas eleições presidenciais e reduziu-lhes drasticamente a representação parlamentar, o que não é de espantar devido à dificuldade de entenderem o Brasil do século XXI.

O programa tucano de ontem na TV e no rádio explica por que a oposição encolheu tanto no Congresso e perdeu a terceira eleição presidencial consecutiva: o PSDB, como os outros partidos de oposição, continua apostando alto na burrice dos brasileiros.

Desorientado, o partido da “massa cheirosa” exumou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, rejeitado pela esmagadora maioria dos brasileiros. Não obstante, o partido fez dele a estrela de seu programa semestral na mídia eletrônica. E foi um desastre.

Nem sei qual foi a pior parte. Talvez, lembrar aos brasileiros de que FHC é tucano tenha sido o maior erro.

Mas foram muitos erros. No início do programa, o desfile de gente reclamando da situação. Pessoas “descoladas” afirmando que não conseguem emprego em um país que bate recordes incessantes de abertura de vagas formais no mercado de trabalho.

Ou o pior foi FHC acusando Lula pelas alianças que fez? Quais seriam esses setores “atrasados” aos quais o petista se aliou? Com quem foi que Lula fez aliança que o seu antecessor não fez? Para variar, os tucanos desdenham da inteligência e da memória do povo.

O mais engraçado é que, ao passo que FHC entrou na propaganda tucana, Serra saiu. Só apareceu de relance e o seu nome não foi mencionado uma só vez, apesar do alarde sobre ter tido 44% dos votos, um resultado pífio para quem teve toda a grande mídia ao seu lado.

Em resumo, o grande problema do PSDB é que não consegue entender a razão pela qual a grande maioria dos brasileiros decidiu “arriscar” votar em Lula em 2002, por que o reelegeu em 2006 e por que votou maciçamente em quem ele indicou, no ano passado.

A sensação que dá é a de que os tucanos não têm consciência de como estava a situação do país, enquanto governaram. Por isso, têm a coragem de falar sobre os problemas do Brasil como se jamais tivessem governado.

E a platéia montada para fazer “perguntas” ao ex-presidente, então? Lembrou a favela cenográfica do programa eleitoral de Serra, ano passado. Uma coisa tão artificial que só alguém com grave deficiência intelectual deixaria de notar.

O PSDB não consegue entender que precisa fazer propostas e renovar lideranças. Sua insistência em Serra e FHC está na base dos seus fracassos eleitorais, pois são dois símbolos de um passado que o Brasil quer esquecer.

A insistente tentativa dos tucanos de se apropriarem dos êxitos da era Lula, pega mal. A teoria deles não entra nem nas mentes mais esclarecidas nem nas mais incultas. É como um jogador de futebol que é substituído, o substituto entra e marca vários gols e o preterido diz que foram méritos seus.

E as insinuações sobre censura à mídia em um país que vem subindo rapidamente no ranking dos países com imprensa mais livre? Para quem aquelas insinuações fizeram sentido, além dos paus-mandados das redações tucanas?

A grande sorte do PT é a de que o PSDB ainda não entendeu como os brasileiros ficaram mais espertos em política, do que é prova terem votado maciçamente no primeiro partido em 2002, 2006 e 2010, ignorando a mídia tucana declaradamente.

Enquanto os tucanos continuarem achando que podem fazer o país inteiro de besta, o PT não terá com o que se preocupar. Enquanto continuarem querendo usurpar méritos alheios e pintar uma situação do país que não existe, a oposição continuará oposição.

A chance que o PSDB tem de se fortalecer está em elaborar um projeto de país consistente e em deixar de acreditar em um poder da mídia que ela perdeu em 2002 e jamais recuperou. Enquanto depender exclusivamente dela para subsistir, continuará encolhendo.

—–

Abaixo, a íntegra do programa do PSDB de 3 de fevereiro de 2011.

Tags: , , , , , , ,

185 Comentário

  1. Acho que o PSDB esta mais preocupado em manter seu eleitorado do que conseguir expandi-lo. Ja sabem que o Brasileiro na maioria entende de politica e sabe que eles os demotucanos nao tem solucao imediata contra um governo que acerta nas politicas economicas e sociais. Os numeros da era PT, nao tem como serem disputados. Eles esta mesmo a procura de manter o que sobrou. No final, a mediocridade que impera na parceria PIG-Demotucana, vai mesmo contribuir para o encolhimento desta turma que cada vez mais nao entende que o povo nao e’ mais massa de manobra. Que venha a reforma da midia, ai sim eles vao desaparecer, e com isso novas oposicoes dignas de um Brasil que avanca a cada dia, surgirao.

  2. Fantástico o seu texto. Eu tive a mesma sensação. No dia seguinte, achei que leria chuvas de comentários sobre o programa do PSDB insistindo em ressucitar o defunto. Mas nada! como se não tivesse acontecido.
    Lamentável, mas infelizmente ainda há pessoas que acreditam que todo o crescimento que o país experimente deve-se ao falecido FHC. É muita cegueira ou o FHC deve ser um puta azarado, pois não colheu nenhum fruto sequer do seu grandioso trabalho. !

  3. Eduardo, dizem que esconderam o FHC das ultimas campanhas, eu penso que foi ele quem se escondeu para evitar as comparações de seu governo com o do nosso presidente, porque ele iria ficar com vergonha agora que saiu Lula ele começa a dar “as caras”.

  4. Como disse PHA, a propaganda é uma cópia de outra propaganda. Nem isso fazem certo.
    Em 8 anos de história federal o que fizeram? Nada.
    Em 16 de história estadual o que fizeram? Nada.
    Somente entregaram o patrimônio total do Estado. E deixaram a conta para a massa dos trabalhadores pagarem.
    E deixaram um rastro político de ultra-autoritarismo baseado na doutrina excludente da competição-concorrência.
    E deixaram a triste memória da maior explosão jamais vista de desemprego e falências. Lembram-se?
    Quem protestava era chamado de “jurássico”, “neobobo”, “voz do atraso”, “vagabundo”, etc.
    Ao mesmo tempo, tristemente, o SP desenvolvimentista e modernista, da querida Paulicéia, virou um estado que retrocedeu à economia agrária, tornou-se odiado e um tanto sem futuro.
    Querem voltar para quê?

  5. Esse F.H.C ( Fazendo Hora Conosco) é muito engraçado. Passou parte do desgoverno dele chamando aposentado de vagabundo e maltrando os professores, agora retorna com essa cara deslavada…

  6. Quanto cinismo, que cara-de-pau, causam nojo! A corja tucana explicitando seu cabedal de lugares-comuns vazios da extrema-direita midiática, o reacionarismo dos senhores de engenho mal disfarçado por um progressismo de araque! Não havia assistido ainda ao lixo do PSDB, mas acho que você não percebeu o primeiro grande erro do “programa” tucano, e não poderia por motivos óbvios, uma vez que a primeira grande tragédia do programa foi começar(e passar a maior parte do tempo : primeiro com os “descolados” e depois com o medíocre FHC), com todas as vozes infestadas pelo sotaque paulista(acho que o PSDB não percebeu que o Brasil tem outros 25 estados, além de São Paulo, e que seu estado não é lá, digamos, um campeão de simpatia entre os outros). Esse detalhe, aparentemente banal, tornou claro para o resto do país o caráter paulista do partido, identificando-o com o conservadorismo e isolando-o ainda mais(e não adianta dizer que o presidente do partido é pernambucano. Sérgio Guerra é um político inexpressivo em Pernambuco, elegeu-se por pouco e mesmo assim só o fez porque, dentro do estado, não ataca o popularíssimo Governador Eduardo Campos, aliado de Lula e Dilma, despertando ódios dentro do próprio bloco conservador a que diz pertencer). Além desse show de “paulistice”, aguentar FHC relinchando asneiras, em consonância com a sua interminável mediocridade mental, acabou por destruir de vez o programa : Qual a “liberdade de imprensa” que o tucano defende? A “LIBERDADE” DE SÓ OS BARÕES DA COMUNICAÇÃO FALAREM O QUE QUISEREM(ISTO É, DEFENDEREM SERRA E O PSDB, ATACANDO SEUS ADVERSÁRIOS)EM CONCESSÕES PÚBLICAS DE RÁDIO-DIFUSÃO(E QUE TAMBÉM FUNCIONAM COM O DINHEIRO PÚBLICO)ENQUANTO CENSURAM TODOS OS QUE DELES DIVERGEM? OU SERIA A LIBERDADE DA INTERNET, QUE O PSDB(JUNTO COM A MÚMIA PFL)TENTOU CENSURAR? NA TENTATIVA DE IMPLANTAÇÃO DESSE ASPECTO DE SEU PROGRAMA; CENSURA À INTERNET; OS TUCANOS TAMBÉM CONTARAM COM A COLABORAÇÃO DE OUTROS TUCANOS, NÃO MUITO ENRUSTIDOS, DO JUDICIÁRIO, COMO A “IMPARCIAL” PROCURADORA CUREAU(AQUELA QUE TENTAVA CENSURAR TODO BLOG QUE NÃO DISSESSE QUE SERRA ERA O MÁXIMO!). Falar em “alianças espúrias”, vindo de um ex-presidente como FHC que, além de desgovernar o Brasil na companhia do fascista PFL, ainda comprou votos para a reeleição e distribuiu o patrimônio público(mais especificamente, a parte que os estrangeiros não quiseram)entre seus cupinchas, é ser realmente muito cínico e convicto de que todos os brasileiros são retardados. Para fechar o cabedal de caradurismo, foi “edificante” mostrar-se as administrações tucanas : para começar, São Paulo, que há 16 anos “desenvolve-se”(deve ser a quantidade de merda nas enchentes, que de fato cresce há 16 anos). Ou talvez os “desenvolvidos” paranaenses, que fizeram a burrice de eleger o “netinho da ditadura”, Beto Richa, um coronel urbano, filho de um “pit bull” da ditadura, o outro Richa, exemplos do que existe de mais retrógrado neste país e do quanto os “sulistas” são a âncora do atraso político brasileiro : sem eles, essa direita coronelística e autoritária já estaria extirpada. Outra correção importante a fazer-se : 44% dos votos válidos foram para Serra, mas isso nem de longe representa o número de tucanos(que é infinitamente menor). Uma boa parte desse eleitorado votou no candidato conservador por motivos subjetivos, mais precisamente pelo terrorismo da campanha do PSDB(endossado pela mídia), motivos que desaparecem com as eleições : basta observar-se o apôio inicial que Dilma recebeu, para constatarmos que não há nenhuma relação entre escolha ideológica e os votos recebidos pelos tucanos, os quais ainda foram muito pequenos, se pensarmos no grau de pânico desencadeado na campanha presidencial, o que prova a evolução política dos brasileiros e a perda de poder da ditadura mdiiática. Por sinal, se continuar esquisofrenicamente a negar o país que está diante dos seus olhos, achando que a mídia transformará essa esquisofrenia em realidade, o PSDB teá o sumiço que merece!

  7. Essa matéria é muito engraçada, fala de liberdade de imprensa, de insistência do PSDB, de tentar usufruir da “burrice do brasileiro”, de propostas, enfim de tudo aquilo que o PT faz em seu governo de errado, não sou filiado a nenhum partido muito menos ao PSDB neoliberal ridículo, forjar uma favela foi o mínimo! e o PT que em suas propagandas políticas mostra um brasil inesistente? disseram que no brasil existe uma liberdade de imprensa, em que canal(meio) de comunicação brasileiro existe a efetiva liberdade de imprensa? Sou estudante de comunicação social e acho que o governo PT não sabe a diferença de liberdade de imprensa e liberdade para os donos dos meios de comunicação manipularem e distorcerem a verdade em favor daqueles que estão ao seu lado! outra coisa que não entendo é dizer que a imprensa brasileira estava do lado do PSDB nas eleições, mas esqueceram de mencionar o PT com seus mais de 10 milhões gasto em campanhas em todos os meios de comunicação possível! PSDB e PT são a mesma coisa só muda a cor! em um passado o PT sim era o partido dos trabalhadores com ideais socialistas e respeito a quem constrói o país, mas hoje não vejo mais isso! e falar em insistência do PSDB foi boa! hora! a imagem de LULA está diretamente ligada a eleição de Dilma e de qualquer governante ou parlamentar petista nesta eleição e não tenho dúvidas de enquanto ele viver isso ocorrerá em todas as eleições! Mas onde essa matéria se superou foi em dizer que o PSDB tenta usar a “burrice do brasileiro” para voltar ao poder, em relação a isso não tenho a menor dúvida!! Mas porque não deixou claro na matéria que o PT usa a mesma “burrice” para continuar no governo???? Essas esmolas que o governo oferece para quem não tem o que comer e ameaçar o povo dizendo que ela vai acabar se o partido rival ganhar as eleições é a maior forma de covardia petista contra o povo!!! isso é uma guerrilha um bom marketing de guerrilha!! Quero deixar claro que não tenho nada contra programas assistenciais, mas eles devem ter uma duração, um ideal a ser alcançado e deve abarcar as pessoas corretas e que realmente precisa e em paralelo ser criada uma forma para que a médio prazo essas pessoas possam parar de necessitar dessa ajuda do governo, elas por si só sendo capaz de conseguir seu próprio sustento!! E ainda usar isso como arma política é ridículo!! Gostei do blog e da idéia que ele tenta transmitir, mas por mais que ele seja da base governista vamos postar matérias imparciais e que mostrem os dois lados da moeda, até porque quem o ler tem um mínimo de censo crítico, assim ele ficará com um coteúdo de maior qualidade podendo ser aproveitado pra outros fins como indicações a estudo e outros.

  8. A raiz dos problemas sociais do Brasil é a ganância. Ganância essa que insiste em “fazer cosquinha”, inclusive nos políticos. Evidentemente, nem todos os políticos entram para a política para administrar o bem público… A maioria entra para a política porque, como advogado, médico, engenheiro, etc, ainda não conseguiu comprar a tão sonhada Range Rover, de 500 mil reais, ou a Maseratti que o “Luquinha”, filho mais velho, pediu se entrasse na faculdade. E aquele apartamento na praia, com vista para o mar, avaliado em 3 milhões de reais? Como bancar essas coisas com o salário de médico do SUS? “Assim não dá!!!”, pensam eles, inchados em sua ganância por mais riqueza, mais poder, mais popularidade, mais, mais, sempre mais… Nem o céu é o limite para a ganância brasileira. Essa ganância, uma vez que toma o coração, leva o anônimo a ter uma idéia: “Já sei como conseguir tudo o que quero sem me esforçar tanto: vou tentar a carreira política!!!” Ou os srs. acham que foram os ideais cívicos que fizeram uma figura como um certo cantor adentrar à política? Cada um tire suas conclusões, mas não é necessário muito esforço mental para entender a motivação do cantor. Em um país onde a maioria das pessoas não consegue se contentar com as coisas que tem, por melhores que sejam essas coisas, a motivação para entrar na política não passa de interesse financeiro. E quem paga a conta do jogo de rodas de 150 mil reais, da picape importada? Quem paga a conta da louça inglesa de 300 mil reais, da amante? Quem paga a conta da réplica de Pablo Picasso pendurada na parede, de 1 milhão de reais? Adivinhem, crianças!!! Enquanto isso, o dinheiro que deveria estar em uma obra para a contenção de um rio, no intuito de evitar as enchentes, virou uma bela casa de campo de algum senador, deputado, governador, etc… Até que ponto uma sociedade pode sobreviver a tanta ganância?

Trackbacks

  1. Tweets that mention PSDB ainda não entendeu o Brasil | Blog da Cidadania -- Topsy.com
  2. 2:30H no caos do trânsito de Sampa e ouvindo o ‘presidente’ (sic) | Maria Frô
  3. PSDB ainda não entendeu o Brasil | Blog da Cidadania | Revista Veja Brasil
  4. PSDB ainda não entendeu o Brasil | Blog da Cidadania | Veja, Brasil
  5. Demo-tucanos querem lembrar o (des)govergo de FHC, é? « tatianeps
  6. PSDB ainda não entendeu o Brasil | Blog da Cidadania | Jornal do Brasil
  7. PSDB ainda não entendeu o Brasil | Blog da Cidadania | Olha Brasil
  8. Escrevinhador
  9. PSDB ainda não entendeu o Brasil « PALAVRAS HUMANAS

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.